Bancada federal de Rondônia toma posse no Senado e na Câmara


Bancada federal de Rondônia toma posse no Senado e na Câmara

 

Neste domingo (1º), A Câmara dos Deputados e o Senado Federal empossaram respectivamente para a nova legislatura, 513 deputados federais e 27 senadores eleitos no último mês de outubro. No Senado, apenas 1/3 dos 81 senadores tomaram posse.
 
No Senado apenas cinco parlamentares foram reeleitos, entre eles, Acir Gurgacz (PDT), enquanto que na Câmara a renovação foi a maior desde 1998. Dos 513 parlamentares, 240 são novos, destes 198 são estreantes. Da bancada de Rondônia, 50% estão na primeira legislatura: Lúcio Mosquini (PMDB), Mariana Carvalho (PSDB),  Expedito Neto (PSDB) e Luiz Cláudio (PP), enquanto que Marinha Raupp (PMDB), Marcos Rogério (PDT), Nilton Capixaba (PTB) e Lindomar Garçom (PMDB) carregam a experiência de outros mandatos.
 
A deputada Marinha Raupp, reeleita para o sexta legislatura consecutiva, há 20 anos participa das principais comissões temáticas da Parlamento Federal. Ela afirma que a essa larga experiência na vida pública aumenta a sua responsabilidade política com a população do Estado, e que nesse novo mandato irá construir uma ação positiva ainda mais integrada com a bancada federal e o governo do Estado.
 
Para Nilton Capixaba, coordenador da bancada de Rondônia no Congresso Nacional, é honroso ser empossado no quarto mandato como deputado federal. Ele destacou a importância do bom relacionamento na Casa de Leis.  ”Tenho uma boa relação aqui, tanto é que sou o único com três mandatos na Mesa Diretora da Câmara e estou no segundo ano como coordenador da bancada”, disse. Segundo ele, essa harmonia com a bancada e com o Governo do Estado facilita o trabalho para levar ainda mais investimentos federais ao Estado de Rondônia.
 
Capixaba ressaltou que a demanda do Estado é grande. Para ele,  enquanto o Brasil cresce num percentual, Rondônia quase dobra. “É um Estado que está se desenvolvendo muito, e para acompanhar não é fácil, então temos que trabalhar bastante”, pontou.  O parlamentar enfatizou que nessa nova legislatura ele espera que alguns projetos que estão engavetados no Congresso Nacional, como a reforma política, a reforma tributária e tantos outros temas importantes precisam entrar na pauta do Congresso, destacou.
 
Já o estreante, Lúcio Mosquini, garantiu que vai responder os 40 mil votos conquistados, com muito trabalho, especialmente em apoio às ações do Governo do Estado. ”Nós queremos ser uma bandeira representativa do setor produtivo em Brasília e no que tange também a infraestrutura de Rondônia. Nós somos um Estado extremamente carente na área de estrada, de infraestrutura de rodovias. o nosso mandato vai ser dedicado ao povo de Rondônia e essencialmente às demandas do governador Confúcio Moura para suprir as dificuldades que o governo possa encontrar aqui em Brasília.
 
Para  Superintendente de Integração do Governo de Rondônia em Brasília (Sibra), Elizete Lionel, a interlocução do governo do Estado  com a Bancada de Rondônia será imprescindível para o bom andamento dos trabalhos na capital federal. Lionel disse acreditar que mesmo com a crise econômica que atravessa o país que está levando a presidente Dilma a cortar despesas, o trabalho será redobrado no intuito de alavancar recursos para o Estado de Rondônia.
 
Abertura do ano legislativo 
 
Nesta segunda-feira (02) será aberto oficialmente o ano legislativo com a leitura da mensagem presidencial entregue pelo ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante. A cerimônia será no Plenário da Câmara, com a Mesa Diretora do Congresso Nacional já formada pela composição das Mesas da Câmara e do Senado. Renan Calheiros, reeleito à presidência do Congresso fará a abertura dos trabalhos.

Links Úteis