Rolim:Prefeitura pagou salários em dia e reposição de 5,05%


Rolim:Prefeitura pagou salários em dia e reposição de 5,05%

Diferente do que vem sendo noticiado, município cumpriu compromissos com o funcionalismo municipal.

 
A Prefeitura de Rolim de Moura efetuou o pagamento de janeiro de todos os servidores públicos municipais no último dia 30. O compromisso pagar todo o funcionalismo dentro do mês trabalhado, estabelecido pelo prefeito Cesar Cassol, veio junto com a reposição salarial acertada ainda no ano passado, de 5,05% no vencimento básico de 3,69% no auxílio alimentação.
 
Também foi feito o pagamento das férias dos trabalhadores na educação, assim como os plantões e horas extras do mês de novembro que não haviam sido pagos para algumas categorias. De acordo com o chefe do poder executivo, nos meses de novembro e dezembro de 2014, parte dos repasses federais não caiu, fazendo com que o município utilizasse recursos próprios para quitar a folha.
 
“É o caso dos agentes de saúde, por exemplo. A última vez que o Ministério da Saúde mandou o dinheiro para pagar essa categoria foi em novembro do ano passado. Ainda falta dezembro e janeiro para cair. Mas o salário deles está em dia. Honramos com recursos próprios. Somado tudo, só em dezembro recebemos quase três milhões a menos de Brasília”, explicou o prefeito.
 
O gestor também diz que por conta desse episódio, a prioridade do caixa do município se voltou para a folha de pagamento. Vieram daí os atrasos com os repasses de alguns fornecedores, do convênio com o próprio Sinsezmat (comércio) e também com o pagamento de rescisões de servidores exonerados. Agora em fevereiro o prefeito espera alcançar a estabilidade financeira das contas públicas.
 
“Trouxemos até aqui assim, pagando em dia o trabalhador, nunca havíamos atrasado. Quando entrei de prefeito novamente, em outubro, disse que teríamos que fazer cortes para enfrentar o período de turbulência financeira, de recessão. É o que estamos vivendo hoje. Arrochamos tudo, estamos gastando apenas o essencial para poder passar por esse momento”, lembra.
 
O prefeito diz que não vê motivos para os servidores aderir a uma possível greve, uma vez que o executivo municipal está fazendo sua parte e deve honrar os pagamentos ainda devidos com brevidade. Toda a diretoria do sindicato que defende os servidores são conhecedores do atual momento que passa a economia nacional e tem livre acesso às contas da prefeitura.
 
Fonte: Da Assessoria para o Rolnews
Publicado por: Portal Rolnews em 04/02/2015 às 22:53:08

Links Úteis