Servidores de Rolim de Moura dão prazo de 50 dias para prefeitura cumprir acordos


Servidores de Rolim de Moura dão prazo de 50 dias para prefeitura cumprir acordos

 

Em assembleia geral realizada pelo SINSEZMAT – Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da Zona da Mata, na tarde desta terça-feira (21/07), os servidores municipais de Rolim de Moura (RO) estabeleceram um prazo para que o Executivo Municipal cumpra o acordo firmado entre a categoria e administração Municipal.

A administração atual afirma não ter condições de cumprir com o acordado através dos ofícios 270/SEMUG/2015 e 275/SEMUG/2015, solicitando a extensão do prazo, para até 31 de dezembro do corrente ano. Em discussão os servidores alegam que não são os trabalhadores responsáveis pela ingerência da administração que os acordos firmados não se devem ao prefeito “A” ou “B” e sim com a Prefeitura Municipal de Rolim de Moura, e querem que seus direitos sejam respeitados e a pauta de reivindicação cumprida, que do acordo firmado apenas 4 itens foram cumpridos e ainda de maneira incompleta.

Em votação a maioria delibera dar um prazo para que o atual prefeito possa cumprir o acordo. Ficou estabelecido o prazo de 50 dias para que o Executivo Municipal atenda as reivindicações já firmadas com a Administração Municipal.

Os servidores verbalizam ainda que, sempre quando acontece uma ingerência por qualquer administração quem paga a conta é o trabalhador e nesse caso a população ainda acaba sofrendo, pois, não podemos devolver a população o que ela realmente merece que é um serviço público de qualidade.

Caso a Administração Municipal não atenda às deliberações dos servidores, uma nova assembleia acontecerá no dia 10 de setembro de 2015, para deliberar as medidas a serem adotadas, inclusive com a possibilidade de continuação da greve geral, ao qual foi suspensa desde o último dia 06 de maio do corrente ano.

“O que queremos é que o executivo municipal cumpra o acordo feito com a categoria e chega de enrolação e assim quem está sofrendo é a população de Rolim de Moura e só conseguirá equilibrar as contas diminuindo os cargos comissionados e aumentando a arrecadação” desabafou Felipin.

Da Assessoria para o Rolnews


Links Úteis