Hospital municipal de Rolim de Moura recebe alimentos do PAAPrograma garante frutas e verduras frescas, direto do produtor para o atendimento dos pacientes do município.


Hospital municipal de Rolim de Moura recebe alimentos do PAA
 
Programa garante frutas e verduras frescas, direto do produtor para o atendimento dos pacientes do município.
 
Fonte: Assessoria/Rolnews
 
Publicado por: Rolnews.com.br em 06/11/2014 às 18:44:38
O hospital municipal Amélio João, de Rolim de Moura, é a mais nova entidade a contar com os produtos do PAA, o Programa de Aquisição de Alimentos, gerido pelo Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) através da CONAB. Desde meados de outubro deste ano que a instituição já recebe frutas, legumes e verduras cultivadas por dos agricultores familiares do município e vendidas de forma direta, ou seja, sem atravessadores.
 
A intermediação, neste caso, é feita pela Associação de Desenvolvimento Agrícola de Rolim de Moura, ADAGRIM. Segundo o presidente da instituição, José Aparecido, o MDS disponibiliza cerca de R$ 400 mil reais por ano para o programa, para a compra dos produtos. Atualmente, mais de 60 produtores do município estão cadastrados como fornecedores de produtos como banana, abobora, abacaxi, melancia, couve, poupa de fruta, dentre outros.
 
“Cada um desses produtores pode vender ao PAA até R$ 6 mil por ano. Eles podem fornecer até três produtos diferentes e recebem diretamente da própria CONAB, a associação não coloca a mão em nada. Nosso papel é só intermediar esse processo e garantir que tudo que for entregue seja de boa qualidade”, argumentou o popular “Cido da Apruram”.
 
Além do HM, outras 13 entidades do município também recebem toda semana os produtos do programa de forma gratuita. São escolas municipais, creches, entidades filantrópicas e ainda o banco de sangue da cidade. Para a diretora do HM, Margarete Marcolini, o cardápio da instituição ficará ainda mais rico com a chegada dos alimentos do programa.
 
“A iniciativa veio de um dos nossos servidores, que já conhecia o programa e sugeriu que o hospital também recebesse os alimentos. Como surgiu uma vaga no programa, buscamos a documentação necessária e hoje podemos receber esse benefício e repassar isso aos nossos pacientes. São alimentos frescos, bem cultivados e que representam saúde para nossa população”, enfatiza. 

Links Úteis