Rolim de Moura: Observatório Social premia classificados no 4º Concurso de Redação


Rolim de Moura: Observatório Social premia classificados no 4º Concurso de Redação

O evento reuniu uma multidão no auditório do Sindsef, no centro de Rolim de Moura e o portal Tribuna Top registrou as principais fotos da noite.

 

Foto: Adenilson Florentino

 

Reconhecido em todo o município por sua luta pelo controle das contas públicas o Observatório Social de Rolim de Moura (OSRM) realizou na noite desta terça-feira, 18, a solenidade de divulgação e entrega da premiação dos alunos que participaram do 4º Concurso de Redação. Para este ano o tema principal escolhido foi Cidadania Fiscal e Política e contou mais de 1.500 alunos do 9º Ano do Ensino Fundamental, além dos inscritos que frequentam o 1º, 2º e 3º ano do ensino médio. Dez escolas estaduais e duas unidades estudantis do município fizeram parte do concurso que para este ano contou com a parceria da Receita Federal de Maringá/PR, que disponibilizou um lote de mercadoria, que foi vendida por meio do Bazar do OSRM. Parte destes recursos foi destinado ao concurso.

 

Outros parceiros importantes foram o Ministério Público, responsável por fornecer cartilhas com o tema “corrupção”, tema central do concurso e a Secretaria de Orçamento Federal, com sede em Brasília/DF, que distribui as cartilhas com outro tema abordado na atividade, “gastos públicos”. De acordo com o presidente do OSRM, Jorge Ricardo da Costa, disse que a importância do evento é a conscientização para a cidadania, dando a oportunidade para que os alunos demonstrem seus pensamentos sobre os temas abordados do concurso. Ele ainda agradeceu os colégios participantes e as parcerias com os parceiros, que possibilita a realização do 4º Concurso de Redação. Jorge lembrou que o concurso de redação encerra o calendário de eventos em 2014, do Observatório.

 

Para definir os candidatos premiados com as melhores redações o OSRM organiza uma banca julgadora composta por professores de Rolim de Moura. A professora Ivone de Moraes Kerber fez parte deste grupo e destacou a qualidade dos textos produzidos pelos alunos. “Tínhamos neste ano, textos muito ricos, os alunos realmente mostraram suas indignações com o tema e expressaram o desejo de um Brasil diferente”, disse a professora. Ela ainda ressaltou os principais critérios para as escolhas dos premiados. Ele disse que a primeira etapa é realizada dentro das próprias escolas, por consequências os textos são encaminhados para a banca examinadora do Observatório que faz uma nova avaliação, levando em conta a coerência, coesão, originalidade e ortografia a equipe também é bastante criteriosa na condição do aluno em ler, entender e devolver o assunto através do seu texto.

 

Na solenidade desta terça-feira foram premiados os três primeiros colocados em cada ano letivo. Para os alunos classificados em 3º lugar foram distribuídos um Tablet Sansung, receberam a premiação Rafael Borchardtt, da escola Ulisses Guimaraes; Jayne H. G. de Brito, da escola Priscila Chagas; Alana Almeida de Oliveira, da escola CDA e Karolayne Martins Canuto, também do CDA. A premiação para os 2º colocados foram um aparelho Celular Galaxi S3 e os vencedores foram André Augusto Helmann, do CDA; Sabrina Luana Dias Pereira, do Candido Portinari; Milene Aparecida Bispo Mendes, da escola José Rosales, do Distrito de Nova Estrela; Fabiana Menezes Parreira, do Tancredo Neves.

 

A grande expectativa era para a revelação dos primeiros colocados e cada um levou como premio um Notebook. Ganharam o prêmio, Lara Gabriele Luz Alamini, do Aluízio Ferreira; Vanderson Amorim Pavim, do Tancredo Neves; Elisama Barbosa Barros, da escola Priscila Chagas e Claudio Roberto Silva Junior, da escola Aluízio Ferreira. Além dos alunos classificados, diretores de escolas, professores e parceiros também foram premiados. 


Links Úteis